Acesso à informação

Serviços  

   

Artigos e Publicações  

   

Artigos

Sertão do Apodi: Associação agroecológica apoiada pelo PDHC é credenciada como OPAC

Detalhes

 

Membros da AcopasaMembros da Acopasa

 

Junho tem início com uma grande conquista para 125 famílias agricultoras do Sertão do Apodi, no Rio Grande do Norte. A Associação de Certificação Orgânica Participativa do Sertão do Apodi (ACOPASA) recebeu a declaração de credenciamento como Organismo Participativo de Avaliação da Conformidade Orgânica (OPAC), emitida pelo Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento. A ACOPASA foi criada em 2012 a partir da iniciativa das famílias agricultoras integrantes do Projeto Algodão em Consórcios Agroecológicos, apoiadas pelo Projeto Dom Helder Camara (SDT-MDA/FIDA/GEF) em parceria com a Embrapa Algodão.

 

O credenciamento é uma grande conquista, uma vez que, como OPAC, a associação pode emitir o selo brasileiro orgânico dos produtos vegetais, permitindo que as famílias agricultoras comercializem seus produtos com valor agregado. “A certificação é um passo importante para o acesso aos mercados diferenciados e agregação de valor aos produtos oriundos das unidades de produção familiar do Território; no entanto, a certificação por auditoria sempre foi um processo caro, realizado por um organismo externo e que fugia dos domínios dos agricultores”, explica o supervisor do Projeto Dom Helder Camara no Apodi, Gonçalo Filho.

 


“Esta declaração de credenciamento representa o avanço na conquista da autonomia e na melhoria da renda das famílias, pois a partir deste selo as famílias poderão acessar novos mercados e conquistar preços melhores; e ao mesmo tempo, uma justiça que foi feita, já que toda a nossa produção era livre de agroquímicos e, no entanto, não podia ser comercializada como orgânica”, comenta José Holanda de Morais, agricultor e presidente da ACOPASA. Dos 125 membros da associação, 79 já estão aptos a ter o selo de orgânico em seus produtos.

 

CertificadoCertificado“É uma conquista brilhante e agora a responsabilidade é bem maior. Já são 6 OPAC’S credenciados. Sem dúvida, um reconhecimento da estratégia adotada, de caminhada com as famílias agricultoras e técnicos à luz da agroecologia e exercício de gestão participativa visando o fortalecimento das organizações sociais e acesso a mercados”, declara o coordenador técnico do Projeto Dom Helder Camara, Fábio Santiago.

 

No Brasil existem, atualmente, 14 OPAC’s credenciados pelo MAPA. Destes, seis foram criados a partir dos esforços conjuntos do Projeto Dom Helder, Embrapa Algodão, Esplar e das famílias agricultoras e suas associações, nos territórios do Sertão do Apodi (RN), Sertão do Cariri (PB, Sertão Central (CE), Sertão de São João do Piauí, Sertão do Araripe (PE), Sertão do Pajeú (PE), Sertão do Inhamuns (CE). Um outro OPAC, também fruto desse esforço coletivo, no território do Sertão do Cariri (PB) , está em processo de credenciamento.

 

 Após o credenciamento, os OPAC’s podem utilizar o Selo Brasileiro Orgânico abaixo:

 

   

Galeria de Imagens  

   
   
© Projeto Dom Helder Camara